segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

dia.



Ser igual a toda gente ou mudar o mundo passo a passo? 

Há dias dei por mim a preocupar-me com o mundo. Assustei-me com tal facto. A verdade é que nada é como dantes nos dias de hoje. As pessoas já não se importam com as roupas de marca, já ninguém come lagosta. Até fumar se tornou vulgar, antes tinha um certo charme. Dava ás mulheres um certo ar de mistério, um ar mais sexy. Antes todos os gangsters eram respeitados, agora as velhotas da passadeira teem mais medo dos putos do meu bairro do que deles. Agora preocupam-se com pessoas e não com animais, ridículo. Não estou a dizer que tudo isto é mau. Mas sinto falta de algo especial, como já houve. Hoje já ninguém fica triste quando alguém que lhes é querido morre. Uma semana de luto é-lhes suficiente, a vida é demasiado curta para lhes dedicarem o devido tempo que mereçem. Lembro-me que até os desenhos animados da minha infância da me transmitiam uma lição de moral, que ensinam estes de hoje em dia? Hoje em dia as miúdas de 10 anos já não querem aquela barbie que nós viamos na montra mais bonita, ou aquela cozinha com alimentos de plástico que enconscientemente nos preparavam para o futuro. Não, as miúdas de hoje em dia querem baton, baton e namorados. Acho que é por isso que já nem eu consigo gostar de ti da mesma maneira. Ou será porque tu também mudaste?

5 comentários:

Catarina Francisco disse...

gostei bastante, sigo :)

Flooor * disse...

hey my dear friend!
desculpa se demorei tanto, e se estou ausente à demasiado tempo fofinha, mas tudo está explicado no meu recente post. se quiseres saber o que mais aconteceu, diz-me qualquer coisa e eu conto-te fofinha. pode parecer que me esqueci de ti mas não. estás guardada num cantinho especial do meu coração <3

beijinho **

Flooor * disse...

passa-se que sou uma apaixonada irreversivel. lutei muito por um amor que , juro por mais que tudo, era o amor da minha vida. eu amo-o e não vai passar tão rápido, mas há coisas que por mais que eu as tente entender não consigo que entrem na minha cabeça. conheci uma faceta dele que nunca tinha conhecido e sinceramente conhecia da pior forma, o que foi uma grande desilusão. agora olha é seguir em frente (:

Lia disse...

obrigada *

Amy disse...

Amor está lindo o texto <3.